Scrum é um framework bastante utilizado para o gerenciamento de projetos e desenvolvimento ágil de software. É um guia de conhecimentos e boas práticas que já estão consolidadas.

O objetivo principal das metodologias ágeis é acelerar o desenvolvimento de componentes de software. O termo desenvolvimento ágil descreve a essência de um conjunto de abordagens para desenvolvimento de software que tenha como princípios a valorização da iteração entre os indivíduos envolvidos no processo, o funcionamento do software com qualidade, a colaboração com o cliente e o fornecimento de respostas satisfatórias às mudanças.

Scrum é utilizado para desenvolver e manter produtos complexos de forma iterativa e incremental de maneira simplificada. Possibilita prever e controlar riscos e assim, entregar produtos com o mais alto valor ou qualidade no menor tempo possível.

O nome Scrum vem de uma jogada ou formação do Rugby, um esporte coletivo de origem inglesa, onde um grupo de jogadores se unem formando uma muralha. É um trabalho em equipe projetado contra a equipe rival visando vencer o desafio de ganhar espaço de forma rápida.

São pilares do Scrum:

  1. Transparência – feita pelo uso de ferramentas para medição de progresso e diálogo com o cliente;
  2. Inspeção – essencial para garantia de qualidade do produto;
  3. Adaptação – O projeto deve ser adequado às necessidades do cliente.

Principais componentes do scrum:

Agile-SCRUM

  • Sprints – São os ciclos em que são divididos o projeto. É o período em que um conjunto de atividades devem ser realizadas. É o esforço despendido dentro de um período de tempo que pode durar de uma semana a um mês.

Cada sprint é uma iteração que segue o ciclo PDCA (plan–do–check–act or plan–do–check–adjust) com entrega ao cliente de releases ou funcionalidades do produto ao final de cada ciclo.

Ciclo-PDCA

O ciclo começa com o planejamento de como será a sprint, estipulando o período e os itens da lista de funcionalidades do produto que serão implementados(product backlog). A próxima fase é a execução das atividades planejadas que é feita pelo time scrum. Surge, então, a necessidade de verificação e análise da qualidade do produto desenvolvido para garantir a qualidade desejada e isso é feito nas reuniões diárias e review das sprints. Finalmente, a correção de possíveis falhas encontradas nessa análise deve ser reportada e sanada o mais rapidamente possível para evitar atrasos nas entregas previstas na sprint.

  • Papéis e Responsabilidades:
  1. Product Owner – É o dono do negócio. Responsável pela definição dos itens do product backlog, bem como da priorização dos itens que farão parte das sprints. Embora represente o cliente ou stakeholders, o Product Owner é considerado um membro da equipe de desenvolvimento.
  2. Scrum Team – É a equipe responsável pelo desenvolvimento e entrega do produto.
  3. Scrum Master – É um facilitador. Tem como função remover os impedimentos que porventura surgirem para a equipe, trazer motivação, bem como assegurar que as práticas de scrum estejam sendo seguidas corretamente.
  • Artefatos:
    • Product Backlog – São os requisitos ou funcionalidades listadas do produto a serem implementadas em um projeto, ordenadas por ordem de prioridade.
    • Sprint Backlog – São os itens do product backlog priorizados para serem implementados durante uma sprint. É como se o product backlog fosse particionado em pedaços menores suficientes para execução dentro do ciclo de uma sprint.
    • Increment – É a soma de todos os itens do product backlog implementados em uma sprint adicionada aos incrementos de todas as sprints anteriores.
  • Eventos Formais:
    • Sprint Planning Meeting – reunião de planejamento da sprint
    • Daily Scrum Meeting – reunião diária e breve. Deve ocorrer preferencialmente em pé e possuir duração de até 15 minutos. Objetivo: disseminar o que foi feito no dia anterior, identificar impedimentos ocorridos e priorizar atividades a serem iniciadas no dia atual.
    • Sprint Review Meeting – revisão da sprint e apresentação das atividades desenvolvidas ao final de cada sprint.
    • Sprint Retrospective – Análise retrospectiva da sprint finalizada. O objetivo é identificar o que funcionou bem, o que pode ser melhorado e quais ações poderão ser tomadas para que seja melhorado.

Referências bibliográficas:

Scrum Guide

Desenvolvimento Ágil

Mind Master

Portal Administração

BRQ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s